A Reforma da casa

Post

Reformar a casa não é tarefa fácil. A satisfação de tudo em seu lugar após o término  contrasta com a lembrança da sujeira, do excesso pessoas, do dinheiro gasto, da infidelidade  dos fornecedores e principalmente quando o valor calculado não é suficiente. Receber ajuda  de profissionais qualificados é suma importância para minimizar os danos.  São tantos  detalhes que precisam ser observados, que se não houver uma vontade muito grande, a obra  pode nem iniciar. E em alguns casos, não conseguir finalizar é tão frustrante quanto  não  iniciar. Já existem aplicativos e sites que ajudam nesta prazerosa tarefa difícil.

Contratar profissionais como Engenheiros e Arquitetos,  apesar de onerarem o custo da obra, é essencial para se evitar despesas maiores, como por exemplo, a necessidade ou não de se derrubar uma parede. Planejar todos os detalhes é a chave.

  Como planejar O primeiro passo é definir o quanto de  recurso poderá ser gasto.  Assim você poderá  decidir o tipo de material e onde comprar, e quais profissionais poderão ser envolvidos.
E de muita valia que o leigo nesta área não se aventure em economias que podem trazer despesas maiores, a curto e longo prazo. Entre 5 e 25% do valor gasto com a obra vai para a mão de obra, que deve também incluir aquele profissional que vai verificar de perto do andamento dos projetos.

Ter maturidade emocional  durante a reforma, evita gastos desnecessários  com a famosa vontade que surge, uma nova ideia que aparece no meio da construção que não estava planejado no começo. E preciso em muitos casos, ser “ferro e fogo” consigo e com outros que dão “sapos” na tentativa de se fugir da ideia inicial. As novas  ideias não são para serem descartadas, mas muito bem avaliadas se são apenas maneiras de se alimentar o ego, ou se realmente são melhores que a ideia inicial.
Seja qual for a decisão, pensar sempre na economia é de suma importância para não ter os dissabores pós-obra. A culminância do projeto precisa trazer o sentimento de gratidão e nunca de arrependimento.

Onde comprar o material em BHEsta é uma etapa de grande importância. Ter em mão  exatamente o quanto se vai precisar pode gerar uma economia estrondosa.
Existem empresas em Belo Horizonte,  como a

 Mineradora Santiagoque oferecem centenas de produtos para construção para o consumidor final, com preços de atacado. Comprando no volume alto, a economia é significativa.
Muitos estabelecimentos oferecem grandes descontos quando se apresenta orçamentos dos concorrentes, além  também de ofertarem produtos com qualidade melhor. Alguns tipos de areia e cimento, por exemplo, não são aplicáveis em determinadas reforma, que por muitas vezes podem ficar despercebidas, pelo profissional  que pediu os materiais.

Ter o dinheiro a vista, é outra maneira de economizar. Uma economia de 15% sobre o valor total, por se pagar a vista, é de encher os olhos.  Negociar um desconto pode significar o pagamento de um dos profissionais envolvidos, a aquisição de alguma mobília que combine o novo layout ou o abatimento nos valores não previstos. De todo jeito, é necessário pesquisar muito, verificar o preço de cada item tudo bem especificado. O final do projeto pode vir recheado de grande satisfação.

Planejamento de obras

Orçamento de Pedreiro

Post

 Fazer uma reforma numa casa pode ser algo que exige muito planejamento, já que muitos  gastos surgirão durante o processo: material, mão de obra e muito mais deverão entrar na conta. E dentro desta lógica, a mão de obra fica por conta do pedreiro, que é um profissional que está  cada vez mais difícil encontrar, especialmente com qualidade e que seja confiável.
 E se você mora em Belo Horizonte atualmente, deve saber que encontrar um pedreiro de  qualidade e que seja confiável nos dias de hoje tem sido um grande desafio, já que há muitos  profissionais que nem sempre são de confiança.
 Portanto, nas próximas linhas nós vamos dar algumas dicas importantes sobre como fazer um orçamento de pedreiro em BH, mostrando o que deve ser feito para que se consiga um bom  preço e um profissional de confiança. Vamos ver mais!

Faça uma pesquisa de pedreiro em BH

Um planejamento eficaz evita problemas com a finalização

A primeira coisa que você deverá fazer será uma pesquisa, para garantir que sempre os melhores preços possam ser obtidos, pois há pedreiros que cobram caro demais e há pedreiros que cobram barato demais.
Os primeiros, nem sempre entregam um trabalho de qualidade, e os segundos, em contrapartida, quase sempre entregam um trabalho de má qualidade. Fique atento, pois o ideal será procurar ficar no meio termo.
Faça uma pesquisa e procure fazer orçamento com mais de um pedreiro antes de fechar com um, para observar todos os prós e contras antes de embarcar numa situação.

Há dois tipos de pedreiros

Outro fator que você, que mora em BH, precisa saber antes de procurar fazer uma reforma ou uma construção é que há dois tipos de pedreiros no mercado, e o que os diferencia é a forma de cobrança por seus serviços.
Pedreiros que oferecem seus serviços no regime de empreitada podem ser interessantes opções para quem procura fechar um prazo para que a obra seja entregue pronta.
No entanto, a desvantagem é que o pedreiro BH pode fechar um prazo mais curto apenas para conseguir pegar outro serviço, e por conta disto, acabam fazendo serviço correndo e o resultado pode ser uma obra com má qualidade.
A opção por dia pode ser interessante, mas na maior parte dos casos acaba sendo desvantajosa por conta da má fé dos profissionais, que podem literalmente enrolar mais para alongar o prazo e conseguir arrancar mais dinheiro do cliente.
A melhor opção, portanto, será procurar observar qual estratégia de cobrança poderá ser a mais interessante para o tipo de obra que você deseja conduzir na sua casa.
Em BH, há pedreiros que atuam das duas formas, e você pode conversar e ver qual a melhor situação, para chegar num comum que seja interessante para ambos.
Um pedreiro em BH pode sair caro, mas é importante que você tenha em mente que não dá para economizar nestas horas, pois os resultados poderão ser afetados, e pedreiros que cobram menos podem ser terríveis.
O barato sai caro, literalmente, e você deverá procurar se basear nas indicações, especialmente de pessoas de sua confiança. Pedreiros indicados quase sempre são mais interessantes.

Motivos para escolher um bom profissional

Motivos para escolher o profissional

Post

Na hora de construir ou reformar seu imóvel, todo cuidado é necessário, afinal estamos falando de um assunto que requer muitos cuidados e um alto investimento. Enquanto alguns vão em busca de profissionais do ramo, esperando ansiosos por cada projeto, outros optam por contratar o “faz tudo” que deu um jeito na casa do conhecido, por um preço muito baixo.

A primeira dica que temos para te dar é NINGUÉM FAZ MILAGRE NESSE MUNDO, então se o preço for muito em conta por uma mão de obra muito boa, desconfie. Como dissemos anteriormente, reformar e construir requer bons materiais, detalhes e isso tudo significa dinheiro.
Por saber que esse assunto causa tanta polêmica e diverge em tantas discussões, resolvemos escrever esse artigo, e ele te mostra o porquê é necessário e fundamental você escolher um profissional para construir sua casa.

Planejamento

Um profissional do ramo da construção estudou anos e anos para saber exatamente o que pode ou não ser construído em cada área, e o que cada detalhe afeta no projeto, que às vezes podem ser pequenos, mas afetam diretamente na ventilação dos ambientes, por exemplo.

Materiais

Como já fora dito, quando estamos no meio de uma construção, imagina-se que isso é um projeto que ira durar anos e anos, para isso é necessários e fundamental utilizar os melhores materiais do mercado, que oferecem essa garantia em longo prazo.
Enquanto os profissionais sabem e usam sua experiência n a escolha, os outros optam por materiais baratos para baixar ainda mais o custo da sua prestação de serviço.

Prazos

Nada pior do que você contar que sua casa estará pronta em 1 mês e esse prazo se multiplicar por 5, ou até um ano a mais; isso porque existe muita mão de obra amadora que não trabalha com o profissionalismo. Esse fato não ocorre quando você contrata alguém que vive disse e fora treinado para o oficio.
Os profissionais trabalham como tal e irão fazer aquilo que estudaram, então opte sempre por esse tipo de mão de obra, afinal com construção não se brinca, não é mesmo?
Então não perca mais tempo e contrate uma empresa de confiança e tradição no segmento como a Pedreiro BH, os serviços foram pensados para facilitar a vida do cliente que precisa de bons profissionais o mais rápido possível.

Pedreiro BH

Pedreiro BH

Post

Pedreiro BH
Ao lado da profissão cozinheiro, a de pedreiro é uma das mais antigas do mundo. O nome vem do latim petrarium e significa pedra. Desde a colonização do Brasil, vários pedreiros vindos da Europa, contribuíram para as primeiras construções, com técnicas avançadas para a época, mas que precisaram ser adaptadas aos materiais existentes em cada região. Em Belo Horizonte – BH, das Minas Gerais, a abundância de material para construção, que poderiam ser retiradas de várias partes do Estado contribuiu para a agilidade da construção da nova Capital do Estado.

Um bom pedreiro analisar cada pormenor na obra como um todo. Precisa visualizar o papel de cada material, como parte fundamental  de um conjunto maior. É necessário saber analisar plantas, fazer marcações de um terreno e os tipos de materiais ideias para que haja um fim adequado.
Por saber trabalhar com as mãos, os pedreiro e outros trabalhadores eram classificados como artesãos e eram considerados como classe mais baixa da sociedade, por geralmente este profissional  ter pouco  conhecimento em se tratando de cultura, de desenvolvimento tecnológico. Em Belo Horizonte – BH, existe uma grande quantidade de profissionais, mas também grandes obras em construção, o que ocasiona escassez da mão de obra.

Atualmente, para o pedreiro, o desafio maior é a dominar o controle da qualidade de cada etapa, desde a fundação ao acabamento. Saber construir vigas, revestir piso, conhecimento sobre equipamentos e ferramentas, instalação de água e esgoto, elétrica, hidráulica, tudo isto com qualidade, são características  essenciais do bom profissional.
A prática diária contribui para o desenvolvimento de tais habilidades, mas é necessário também que atualize-se com bons cursos e envolvimento com outros profissionais. O treinamento com profissionais de  coaching tem se mostrado cada vez mais eficaz para alavancar características essenciais do bom pedreiro. Em Belo Horizonte –BH

Um serviço de reforma exige planejamento detalhado e a garantia de um bom trabalho. O detalhamento precisa ser  minucioso e de fácil entendimento possível. Todas as partes precisam entender-se para que a obra final bem sucedida. Da minuciosa planilha que orienta sobre os menores preços, até sobre a divisão de etapas, que poderá ser realizada por variados profissionais. Pra quem não tem tempo, a contratação de Pedreiro em BH, segue a tradição da famosa indicação. “Um amigo que conhece um bom pedreiro que faça o que eu preciso”. A indicação é sempre importante, mas é preciso atentar ao fato de que, uma obra ou uma simples reforma pode incluir mais que um profissional.

O profissional Pedreiro

          Desconfie sempre de profissionais chamados ” Faz Tudo”,no tocante a serviços mais complexos, que exijam conhecimentos e experiência mais específica.
 A escolha do material também entra na planilha. Existem materiais de construção que possuem validade curta e mesmo o melhor pedreiro, pode não atentar a este fato. Detalhes simples, como o rejunte, precisa estar em boas condições de uso. Daí a importância do acompanhamento de perto, do construtor. Aqui, em nosso site, você encontra o profissional ideal para cada etapa da construção. 

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Pedreiro

Porcelanato x cerâmica - Diferenças cruciais

Porcelanato x cerâmica

Post Deixe um comentário

As cerâmicas são artefatos de objetos tendo a argila como principal matéria prima. E um termo genérico, que inclui, o barro vidrado, o grés, a porcelana e louça. Geralmente uma cerâmica é um óxido metálico, carbeto, nitreto, boreto,  ou uma mistura que pode incluir aniões.
Histórico

Porcelanato x cerâmica
Porcelanato x cerâmica

Os registros mais antigos da confecção de cerâmicas, data de aproximadamente 4 mil anos AC, nos antigos assírios, que fabricavam cerâmica chamada vidrada. Mas foram com os ingleses no século XVIII, com a fabricação da louça branca e os diversos tipos de fornos que surgiram uma gama de cerâmicas com dimensões peculiares como resistência durabilidade e porosidade.
A argila, principal matéria prima na formação da cerâmica, são formadas por ações físicas e químicas nas rochas que se unem com os materiais acima.
As cerâmicas comuns são bastante resistentes em razão do seu processo de cozimento, o que determina a resistência à abrasão e à absorção de água pelo material que também define as tonalidades do revestimento.

Já faz muitos anos que a cerâmica, e a pouco, o porcelanato, são os mais usados para o acabamento final da construção, em razão de serem de alta resistência mecânica, de fácil limpeza, fácil instalação e custo baixo., além de durarem por décadas.  Uma infinidade de modelos, tamanhos e especificidades  que fazem da escolha de qual cerâmica usar, algo bem conflituoso. Por absorverem pouquíssima água, podem ser usados em qualquer ambiente, atentando no entanto para aquelas que são ásperas, indicadas para áreas externas.

O revestimento cerâmicoPossui uma lado revestido como um vidrado e o outro lado é a superfície de  aderência, que deve ser assentados de acordo coma técnica recomendada pelo fabricante. Além disto, conhecer as características técnicas e da performance do revestimento cerâmico, que será aplicado no piso ou na parede fazem a diferença entre um revestimento perfeito e dores de cabeça.Porcelanato é um material extremamente duro e resistente, um tipo de placa de cerâmica com peculiar desempenho técnico e de excelente visual. E formado por uma mistura de argilas, areias feldspáticas, feldspatos, caulins, filitos e aditivos. O modo de produção do porcelanato é que dá sua característica: esmaltado, polido ou retificado.

Porcelanato esmaltado
No momento da escolha do porcelanato, é necessário atentar a s questões técnicas e estéticas como: resistência a manchas, resistência mecânica, absorção de água e escorregamento.

O porcelanato esmaltado tem resistência mecânica elevada e recebe uma camada de esmalte na sua parte superior, com a estampa que preferir. Pode ser usado em qualquer ambiente, porem os mais brilhantes são mais escorregadios.

porcelnato polido recebe uma acabamento que o deixa extremamente liso, não sendo indicado em locais que existe umidade como banheiros e áreas externas,por serem escorregadios.

O porcelanato retificado é o mais usado no Brasil, sobretudo sua beleza, deixando o acabamento mais uniforme, devido a redução da área do rejunteE possível reduzir a até 1 mm o espaçamento, dando a aparência de ser apenas uma peça. Dentre as várias vantagens, podemos destacar, a facilidade de manutenção, a economia de rejunte, a uniformidade do acabamento final e o visual estiloso.
O ambiente com porcelanato retificado torna-se hiper valorizado, principalmente com porcelanatos de tamanhos maiores. 

Tabela de comparação entre porcelanato e cerâmica